Arderam 24 hectares de floresta na Póvoa

0
3687

Naquele que já foi designado como o “pior dia do ano” a nível nacional no que aos incêndios diz respeito (mais de 520 fogos num espaço de 24 horas), o caso mais grave na Póvoa foi o do Monte de São Félix, que consumiu 24 hectares de floresta, superando os 15 do final de verão, também em Laúndos.

Os bombeiros da Póvoa agradecem “a todos os operacionais envolvidos no combate às chamas na Serra de Laúndos, assim como os populares que contribuíram com cisternas. O declive acentuado, os acessos reduzidos, o forte vento e as mudanças de direção dificultaram o combate”.

No teatro de operações estiveram mais de 40 operacionais e 15 meios de bombeiros, GNR e Proteção Civil.

Foto: BVPV