Representante da Comissão das ex-scut sente-se “injustiçado” com a decisão do Governo

0
2719

O projeto de moção para incluir a A28 no conjunto das ex-scut em que o governo pretende diminuir o preço das portagens, apresentado pela CDU na última Assembleia Municipal e aprovado por unanimidade, foi negado pelo Governo,  em Assembleia da República, que apenas vai diminuir o preço da A4 (Amarante – Bragança), A22 (Lagos – Vila Real de Santo António), A23 (Torres Novas – Guarda), A24 (Viseu – Chaves) e A25 (Albergaria-a-Velha – Vilar Formoso).

José Rui Ferreira, representante da Comissão dos Utentes das ex-scut, afirma que existe um sentimento de “descriminação e injustiça entre os utentes” . Considera que, apesar de ser uma boa notícia o facto de o Governo reduzir o preço das cinco portagens referidas, “é uma má notícia não terem considerado a A28 no processo”.

Segundo José Rui Ferreira, a A28 deveria ter sido considerada porque, de acordo  com recomendações do Governo no sentido de estudar o preço das portagens considerando as alternativas de mobilidade e segurança, a única alternativa que se apresenta é a Nacional 13 que, segundo o militante do CDU, “não é uma alternativa credível”.

Veja aqui a publicação do Diário da República