Associação Entre Afetos chega ao topo do bodyboard com projeto social

0
271

Com apenas três anos de competição, a Associação Entre Afetos de Vila do Conde, através do projeto Ornitológicos, já conseguiu sete títulos nacionais. Uma ideia “desportiva, ambiental e de educação social”, que conjuga a prática de desporto com o sentimento de pertença – a associação apresenta uma nova fórmula de formar atletas.

Só este ano, no Circuito Nacional Bodyboard de Formação, em Carcavelos, os Ornitológicos conseguiram dois títulos de campeão nacional: Guilherme Vinagre em sub-12, e Rúben Ramalho, em sub-14. Na mesma prova, Sara Allen conseguiu o bronze em sub-14 femininos e Tiago Santos o 4º lugar em sub-14 masculinos.

Já no Circuito de Competição, realizado na Póvoa de Varzim, Sara Silva e Letícia Cruzeiro partilharam o 5º lugar de sub-18 femininos e André Torrão conseguiu o 4º lugar em sub-18 masculinos.

Qual é o segredo para estes resultados, quando os atletas dos Ornitológicos treinam há menos tempo que a maioria dos colegas de outros clubes? Segundo Hélder Aires, fundador do projeto, a resposta está na “nossa forma de trabalho diferente, muito intensa e dedicada”, com trabalho social para além do desportivo, e na “heterogeneidade do grupo que cria uma homogeneidade de comportamentos”.

Reportagem completa na edição digital desta semana do MAIS/Semanário, exclusiva a assinantes