Atleta vilacondense desapontado com o Presidente da República

0
47111

Leonel Ramalho, canoísta do Clube Fluvial Vilacondense, diz-se “desapontado” com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. O desportista, que no passado dia 2 de julho se sagrou campeão da Europa de Maratona de Canoagem pela terceira vez consecutiva, diz que é “injusto” que uns tenha sido condecorados por Marcelo e outros não. Depois da condecoração da seleção nacional de futebol, Marcelo Rebelo de Sousa condecorou mais oito atletas de outras modalidades.




Leonel Ramalho afirma : “estou um pouco desapontado, tendo em ganho o meu 4º título europeu, e acho um bocado injusto nunca ter sido condecorado, sendo que outros atletas já o foram com resultados iguais aos meus”.

Mário Almeida, ex-presidente da Câmara de Vila do Conde, já enviou uma mensagem de desagrado ao Presidente da República onde apela à correção do alegado lapso. Mário Almeida saiu em defesa do atleta vilacondense, dizendo que foram condecorados dois atletas que ficaram em 3º lugar (na Meia Maratona e no Lançamento do Peso), o que torna ainda mais injusta a exclusão de Leonel.