Aves devolvidas à natureza após denúncia anónima

1033

Agentes do Comando-local da Polícia Marítima da Póvoa de Varzim e Vila do Conde intercetaram ontem, na sequência de uma denúncia anónima, “um indivíduo a exercer a atividade de captura de espécies não cinegéticas, nomeadamente pintassilgos”, informam em comunicado.

A captura era feita com recurso a plantas chamariz (cardos selvagens), diversas redes de tombo (armadilha para captura das espécies) e gaiolas fabricadas em madeira e arame para enjaulamento, na zona dunar da praia da Aguçadoura na Póvoa do Varzim.
​Este tipo de atividade é punido com pena de prisão até 6 meses ou multa até 100 dias, conforme estipula a Lei de Bases Gerais da Caça. O indivíduo foi constituído arguido com termo de identidade e residência e notificado para se apresentar no Tribunal Judicial de Vila do Conde.

Os pintassilgos, num total de treze, foram devolvidos ao seu habitat natural, tendo-se procedido à apreensão de todo o equipamento utilizado na prática da infração como medida cautelar e de polícia.

Foto: Polícia Marítima