‘Cantares do Linho’ de Rates inscritos na lista nacional de Património Imaterial

0
750

O Grupo ‘Cantares do Linho’, de Rates, integra a inscrição do Canto a Vozes na lista do Património Cultural Imaterial de Portugal. A candidatura foi formalizada no sábado, dia 11, e é o “primeiro passo para a candidatura do Canto de Mulheres a Património da Humanidade” da UNESCO, avança a junta de freguesia ratense.

A cerimónia de formalização decorreu no Cine-Teatro de S. Pedro do Sul, e contou com a presença de mais de uma centena de cantadeiras e cantadores de 15 grupos do Norte e Centro do país, que fazem parte da Associação ‘Canto a Vozes’ – Fala de Mulheres.

O Grupo ‘Cantares do Linho’ teve a oportunidade de atuar no evento, partilhando com os presentes a “importante componente do património da nossa Vila”, comentou a junta.

A candidatura do Canto a Vozes a Património Cultural Imaterial de Portugal e a Património Cultural Imaterial da Humanidade foi anunciada em maio deste ano. Na altura, Paulo João, presidente da junta, disse ao MAIS/Semanário que “estamos nesta candidatura porque merecemos, é bom que se diga”. “Para além da riqueza das cantigas que o Grupo apresenta, é bom destacar o trabalho que este conjunto de mulheres tem desenvolvido na nossa terra”, declarou.