Centro de Artes Náuticas apresentado no Museu Nacional de Etnologia

0
331

O Centro de Artes Náuticas (CAN) de Vila do Conde é apresentado publicamente nesta sexta-feira, no Museu Nacional de Etnologia, em Lisboa.

A sessão servirá também para apresentar os restantes projetos financiados pelo Aviso de Concurso “Desenvolvimento local através da Salvaguarda e Revitalização de Património Cultural Costeiro”, no âmbito do Programa Cultura financiado pelo Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu EEA Grants, 2014-2021.

A instalar no edifício da antiga Seca do Bacalhau, o CAN vai servir de museu relacionado com a secagem do bacalhau e com a construção naval de madeira.

No mesmo local, serão dinamizadas formações sobre a arte e produzidas, artesanalmente, embarcações até aos cinco metros de comprimento. Será também uma plataforma de intercâmbio para construtores navais nacionais e internacionais.

Na sessão em Lisboa, estará presente o vereador da Cultura de Vila do Conde, Paulo Vasques, que se faz acompanhar pela chefe de Divisão da Cultura, Marta Miranda, e restante equipa municipal responsável pelo projeto.

De resto, estarão também presentes o diretor-geral do Património Cultural, João Carlos dos Santos, a coordenadora-adjunta dos EEA Grants Portugal, Maria João Lois, a encarregada de Negócios da Embaixada da Noruega em Lisboa, Ellen Aabo e, em representação do Financial Mechanism Office, Márton Matkó.

Em agosto, foi anunciado que o Centro de Artes Náuticas é um dos seis vencedores do Programa Cultura EEA Grants Portugal, que vão receber, no total, quatro milhões de euros para a sua concretização.