Centro de saúde de Vila do Conde revela a doente problema pulmonar omitido pelo Hospital S. João

0
3591

Uma mulher de 67 anos esteve entre março e abril 24 dias internada no Hospital S. João, no Porto, devido à Covid-19. À Agência Lusa, ela diz que há um relatório de uma TAC que fala num nódulo num dos pulmões e que aconselha a ser vista e tratada após a crise pandémica. Mas o mesmo não foi referido na nota de alta hospitalar, nem oralmente.

A senhora, chamada Ana Loura, considera que a informação lhe foi sonegada, ainda por cima um problema que, diz, poderá ter sido provocado pela Covid-19, como uma sequela.

Posto isto, a doente conta que só descobriu que tem um nódulo após sentir muito cansaço e se dirigir ao centro de saúde em Vila do Conde. Este recomendou-lhe que fosse acompanhada por um pneumologista.

Fonte do São João justificou à Lusa que o mesmo não tem capacidade para seguir todos os doentes internados no Serviço de Infecciologia, no pós alta hospitalar.