Conselho Varzinista recomenda que estádio continue no mesmo local

7694

A direção do Varzim Sport Club apresentou na assembleia geral, realizada na noite de sábado, uma recomendação do Conselho Varzinista, em que o estádio do clube continue no mesmo local, devendo sofre algumas alterações, que serão motivo de um projeto.

A proposta foi aprovado por larga maioria, com apenas 3 abstenções entre os cerca de 140 associados que encheram o Diana Bar numa das mais concorridas assembleias dos mandatos de Pedro Faria, presidente do clube.

Entre as intervenções sobre este tema, destaque para as palavras do ex-presidente Manuel Vaz, e membro do Conselho Varzinista, que assumiu “que esta deliberação era histórica para o futuro do Varzim”. Na sessão interveio também Aires Pereira, sócio e membro do órgão do clube, que fez uma dissertação e da recuperação do estádio para as mãos da coletividade.

A assembleia também contou com um vasto o número de intervenientes, que quiserem conhecer as contas do Varzim Sduq, além das verbas envolvidas nas transferências até agora realizadas pela direção.

O caso do norte-americano Keaton Parks também foi focado e o sócio e representante do jogador, Henrique Sousa teve alguns minutos para refutar algumas afirmações de Alexandre Vila Cova.

Já na meia hora de assuntos de interesse para o clube, algumas das perguntas colocadas não obtiveram respostas, porque o presidente da Assembleia Geral, deu por encerrados os trabalhos.

No final, o presidente Pedro Faria afirmou que “a discussão das contas já era passado, e o importante para o Varzim é o futuro. Sempre tive e fico grato por contar com o apoio da autarquia para levar o Clube a bom porto”, acrescentando que “os sócios podem estar descansados porque vamos ter uma equipa ambiciosa e competitiva, mesmo com as nossas limitações financeiras”.

Noticia desenvolvida na edição em papel de 21 de junho.