Cooperativa da Póvoa, um contributo de uma agricultura ainda mais verde!

0
1295

A descarbonização tem como objetivo a diminuição de emissão de gases de efeitos de estufa. Desde 1940 que existe uma concertação internacional, que tem vindo a trabalhar na descarbonização, desde a diminuição de fatores de produção químicos à utilização acertada de tecnologia para maximizar a produção. Ou seja, tenta-se desde há muitos anos produzir
mais e melhor com os mesmos recursos, tornando assim a produção mais sustentável e neutralizar o Carbono emitido.

Uma das formas de mitigar/neutralizar a produção de Carbono é sabermos usar de cada vez mais e melhor novas tecnologias. A cooperativa e os agricultores poveiros entendem
e trabalham de mãos dadas para a descarbonização agrícola, sendo este conceito um dos caminhos adotados pela nossa organização que servirá como catalisador de sustentabilidade.

Todos os agricultores estão convencidos da capacidade que têm para contribuir para um ecossistema mais sustentável absorvendo carbono através das suas plantações agrícolas,
uma vez que outros processos industriais não têm essa capacidade. Há planos de execução para diminuição de carbono, entre os quais, após a quantificação de gasto de Carbono
traça-se uma trajetória para a diminuição de produção do mesmo.

São elas medidas mitigadoras, associadas à eficiência da alimentação animal, com a gestão dos efluentes pecuários e com a agricultura de precisão; medidas sequestradoras, associadas à agricultura de conservação e com as pastagens melhoradoras; medidas
de promoção da circularidade relacionadas com o modo de produção biológico, com as tecnologias de precisão e com a compostagem.

Com a aplicação de medidas, muitos agricultores e organizações de produtores (OP) conseguem contribuir de forma ímpar para melhorar as suas explorações/estruturas, com
tecnologia que reduz a emissão de carbono. São exemplos disso, o aparecimento de painéis fotovoltaicos que tanto estão a surgir na maior parte das explorações agrícolas.