Correntes ambiciona para 2017 trazer à Póvoa o Presidente da República

0
2627

O encontro literário Correntes d’Escritas que começou há 17 anos, com 24 escritores convidados no auditório da Biblioteca Municipal, contou este ano com a presença de mais de 80 convidados e os 471 lugares sentados do Cine-Teatro Garrett não foram suficientes para tantos quantos os que quiseram assistir às mesas de debate. Para o ano o evento poderá contar com a presença do Presidente da República.




Na sessão de encerramento, no passado sábado à tarde, Aires Pereira e Luís Diamantino, presidente dee vice-presidente da Câmara da Póvoa, sublinharam o sucesso do evento e garantiram a sua continuidade no próximo ano, lembrando que por mais que mudem, “a sala é sempre pequena para o público”. “A divulgação do concelho com este evento é importante, mas melhor é a divulgação do livro e da literatura e permitir o contacto com e entre público e escritores, e este ano voltamos aos cinco dias e é importante que aumente”, defendeu Aires Pereira, garantindo que existe um espaço maior que poderá acolher o Correntes, mantendo “o modelo de proximidade”.

 [notification type=”notification_info” ]Leia a reportagem completa na edição impressa do MAIS/Semanário desta semana[/notification]

Fotografias: José Novais