Cuidado: agitação marítima vai agravar-se e ondas podem chegar aos 13 metros

0
1263

Entre o meio-dia de quinta-feira (29) e a meia-noite de domingo (3), vai verificar-se um agravamento das condições meteorológicas e da agitação marítima na costa ocidental de Portugal continental. O alerta vem da Autoridade Marítima Nacional e da Marinha Portuguesa, que sublinham que os cuidados devem ser redobrados.

“​A agitação marítima será caracterizada por ondulação proveniente de Noroeste, com uma altura significativa que poderá atingir os 7 metros e uma altura máxima de 13 metros, com período médio entre os 12 e os 15 segundos. O vento poderá registar uma intensidade média até a 56km/h e rajadas até a 101km/h, provenientes do quadrante Noroeste”, lê-se no comunicado das autoridades.

Devido a estas condições, a comunidade marítima e a população em geral devem estar em “vigilância permanente no mar e nas zonas costeiras” e os “cuidados devem ser redobrados, tanto na preparação de uma ida para o mar, como quando estão no mar ou em zonas costeiras”.

A amarração deve ser reforçada, mantendo “uma vigilância apertada das embarcações atracadas e fundeadas”, e devem-se evitar os passeios junto ao mar e à orla costeira, bem como a prática de atividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima.

A pesca lúdica é “vivamente” desaconselhada, “em especial junto às falésias e zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, tendo sempre presente que nestas condições o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras”.