Curso Mecânica na Rocha: única rapariga é a melhor aluna

0
3861

Ana Rita, 18 anos, residente em Laúndos, 12º ano, é a única representante do sexo feminino no curso de Técnico de Produção em Metalomecânica da secundária Rocha Peixoto. Num total de 64 alunos, é ela quem apresenta a melhor média.

O facto de só ter colegas masculinos não é problema: “No início era desconfortável e estranho, não estava habituada, mas depois, começando a falar com eles, tendo maior cumplicidade, passando tempo a estudar e a desenvolver os projetos, ficou um ambiente bom. Já não sinto muita diferença”.

Sobre o facto de ser a melhor aluna, Ana Rita desvaloriza: “Isso de ser melhor é relativo. Eu posso ser melhor numa disciplina mas há pessoas que são melhores noutras. Eu não me considero a melhor, a média é apenas um número”.

Escolheu esta via profissionalizante da área de mecânica, em vez do ensino regular, porque “ficamos muito mais preparados para o mundo do trabalho. Temos contacto direto com as empresas, estagiamos e ganhamos experiência. Quando acabamos o curso estamos logo aptos a trabalhar e temos emprego quase assegurado nas empresas onde estagiámos”.

Ana Rita, que está a estagiar na empresa Edaetech – Engenharia e Tecnologia, quer ainda seguir Engenharia Mecânica no ensino superior.