Detido homem que assaltou banco na Póvoa e estava em fuga desde 2019

0
557

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, deteve na quarta-feira, em Viana do Castelo, um homem que cometeu um roubo com recurso a armas de fogo a um banco nas Fontainhas, em Balasar, Póvoa de Varzim, a 22 de agosto de 2017.

Segundo comunicado da entidade, o detido, de 63 anos, foi condenado a seis anos e oito meses de prisão efetiva a 17 de dezembro de 2019 pelos crimes de roubo qualificado e detenção de arma proibida. No entanto, nessa altura, colocou-se em fuga.

Segundo a PJ, o suspeito “tem um longo passado criminal, registando já várias condenações em Tribunal, além dos crimes acima referidos, pelos crimes de tráfico de estupefacientes e aquisição de moeda falsa para ser posta em circulação”, pelo que “é considerado perigoso e violento”.

Depois do roubo em 2017, a investigação correu termos na Diretoria do Norte e foi concluída em maio de 2018. O homem foi detido e sujeito à medida de coação de prisão domiciliária, “medida essa que viria a incumprir”. Depois, em dezembro de 2019, foi condenado à pena de prisão.

“Após inúmeras diligências de investigação, foi ontem localizado e procedeu-se de imediato à sua detenção, tendo sido conduzido ao Estabelecimento Prisional do Porto, em Custóias, para cumprimento da pena de prisão em que tinha sido condenado”, termina o comunicado.