Dezassete pessoas acusadas de tráfico de droga na Póvoa, Vila do Conde e Funchal

0
1416

O Ministério Público (MP) acusou 17 pessoas de tráfico de droga na Póvoa de Varzim, Vila do Conde, e no Funchal, seis dos quais na forma agravada, revelou na quinta-feira (11) a Procuradoria-Geral Regional do Porto.

Numa nota publicada pela Procuradoria, é adiantado que, segundo o despacho de acusação, os arguidos atuavam em grupos paralelos, sob a liderança de dois deles – até maio de 2020 atuavam de forma conjunta, mas a partir dessa data formaram as respetivas redes.

Até finais de 2022, “dedicaram-se à compra e venda de estupefaciente”, nomeadamente cocaína, heroína, haxixe e outras substâncias ilícitas.

Os suspeitos vendiam a droga a cerca de uma centena de consumidores nas regiões da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, e no Funchal, Região Autónoma da Madeira, localidade onde o alegado líder de uma das redes tinha residência.