Dinheiro para Varzim alegadamente em conta pessoal do presidente

0
6571

O Ministério Público terá recebido uma denúncia anónima contra o presidente do Varzim por alegadamente este se ter apropriado indevidamente de dinheiro proveniente da BPI Sports, agência de jogadores da Coreia do Sul com a qual o clube poveiro assinou um contrato de cooperação em 2016. A notícia é avançada pelo Record desta sexta-feira.

Com aquela parceria, o Varzim comprometeu-se a receber até 2019 uma média de 6 jogadores sul-coreanos por época com o objetivo de integrarem as equipas B de juniores e seniores. Como contrapartida, a BPI Sports acordou pagar um valor anual de 170 mil euros. Agora, segundo o jornal desportivo, o que estará em causa é a possibilidade de o presidente Pedro Faria ter recebido parte desse dinheiro em diferentes contas bancárias pessoais.

O MP não terá ainda aberto inquérito mas “a possibilidade continua em cima da mesa”, diz o Record.