Elisa Ferraz pede aos vila-condenses para denunciarem incumpridores para que o vírus “regrida”

A presidente de Câmara transmitiu um apelo a todos os vila-condenses para “que cumpramos as determinações que estamos obrigados. Devemos ficar em casa e só sair em situações excecionais e denunciar os espaços que estão abertos e onde se vai tomar um café e ter momentos de alguma convivência. Isto está proibido por lei e devemos cumprir as regras a que estamos obrigados neste momento”.

O apelo foi realizado através de um vídeo publicado na noite de sexta-feira na página da autarquia na rede social Facebook.

No vídeo, Elisa Ferraz mostra três quadros com a imagem do concelho de Vila do Conde e da região norte e da evolução da pandemia nas últimas semanas, situando-se atualmente o concelho vila-condense com uma mancha negra, sinal do crescente número de infetados com a covid-19.

A autarca sublinha que “não podemos fazer de conta que não sabemos, não podemos aligeirar os nossos comportamentos, o nosso comportamento individual é gerador daquilo que são os resultados finais da infeção e o nosso comportamento que se traduz nesta cor preta significa que somos responsáveis pela infeção. A infeção mata e lança as pessoas num sofrimento enorme para as camas dos hospitais”, completou a presidente de Câmara.