Empresa de vinho diz que derrame em rio de Aver-o-Mar foi acidental

0
3455

A empresa de produção de vinhos Caves Costa Verde diz que derrame da passada quinta-feira no rio Esteiro, em Aver-o-Mar, foi acidental.

“Durante uma operação de trasfega de vinho tinto efetuada entre depósitos situados no exterior das ditas instalações, ao ar livre, houve um derrame acidental”, pode ler-se em nota enviada às redações.

“O vinho entrou nas condutas que conduzem às sarjetas das águas pluviais. Perante a inopinada ocorrência, e por forma a minimizar um eventual impacto ambiental, a sociedade tomou, de imediato, a medida ajustada à situação e que consistiu no lançamento, durante várias horas, de grande quantidade de água nas condutas de águas pluviais”.

O comunicado, assinado pelo gerente José Alberto Pedrosa, termina lamentando o sucedido, ainda que ele tinha sido “meramente acidental”, e lembra que a Cave Costa Verde “está instalada no mesmo local há mais de 50 anos, jamais tendo tido qualquer incidente do género, demonstrando com isso algo que constitui um dos seus apanágios: a preocupação com o ambiente”.