Enfermeira vila-condense do hospital S. João não abraça os filhos há seis semanas

0
10500

Sandrine Duarte, de Vila do Conde, é enfermeira do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ). A trabalhar na ala dos Cuidados Intensivos de doentes com Covid-19, decidiu a 16 de março ficar a residir no Porto para não colocar o marido e os dois filhos em risco de contágio.

Desde aí ainda não deu um abraço ou um beijinho à família. A filha mais nova de 7 anos chegou a ligar a meio da madrugada a chorar e a perguntar pela mãe.

Texto completo na edição desta semana. Enquanto decorrer o estado de emergência, pode aceder ao jornal em PDF gratuitamente, enviando o seu e-mail para geral@maissemanario.pt  ou descarregando aqui