Escola, associação e clube emitem nota de pesar pela morte de jovem no porto da Póvoa

0
5370

A morte trágica de João Pedro Ferreira Azevedo, de 16 anos, na madrugada de sábado, no porto da Póvoa de Varzim, está a causar consternação entre a comunidade escolar e do clube, onde o jovem estudava e praticava desporto. No acidente também morreu Joaquim Neto leal, de 57 anos, e residente na Maia, que conduzia o carro que se despistou e caiu ao mar, junto ao edifício do Instituto Socorros a Náufragos.

João Pedro, de Touguinhó, frequentava o 11º ano do curso profissional de Redes Elétricas, na Escola Secundária D. Afonso Sanches. A Direção do agrupamento expressou em nome da comunidade escolar “as sentidas condolências à família”.

Também a Associação de Pais da Escola Júlio/Saúl Dias, vizinho da escola onde estudava João Pedro, emitiu uma nota de pesar: “O dia amanheceu mais triste, o João Pedro, aluno do 11°Ano do Curso Profissional de Redes Elétricas, na Escola Secundária D. Afonso Sanches, da qual somos vizinhos, partiu precocemente de forma trágica. Somos pais e não imaginamos a dor desta família. Queremos aqui endereçar as nossas maiores condolências à Família, Amigos e Colegas do João Pedro. Que em todos vós perdure o sorriso e as boas memórias deste vosso ente querido. Descansa em Paz”.

Nesta onda de solidariedade, o GDC Rio Mau, onde João Pedro jogava futebol também escreveu uma nota de pesar, na qual dirige votos de condolências para a família e amigos, “desejando que encontrem conforto para superar tamanha perda”.