Fatura da água vai aumentar na Póvoa de Varzim

0
4435

A tarifa da água, saneamento e resíduos sólidos no concelho da Póvoa de Varzim vai aumentar já a partir de janeiro, foi decidido em reunião de Câmara nesta terça-feira. A atualização dos preços em 2,7% foi aprovada por maioria, com votos contra dos vereadores do PS.

A proposta agora aprovada introduz uma “atualização do tarifário dos serviços de água e resíduos, uma atualização da taxa de inflação, o que se traduz num agravamento da fatura das pessoas, para que fiquem já sossegadas, que anda entre os 27 cêntimos e 1,15 euros”, explicou o presidente da autarquia poveira, Aires Pereira, aos jornalistas.

A atualização “é na fatura global”, ou seja, abrange os três parâmetros, e “andará para os 5m3 em 50 cêntimos, para os 10m3 em 81 cêntimos e para os 15m3 em 1,15 euros”, adiantou o edil. “Um valor muito residual, mas que era importante uma vez que o Município já desde 2009 que não fazia qualquer atualização do tarifário”, disse, acrescentando que “este ano somamos mais quase 200 mil euros de atualização por força da fatura da Lipor e da fatura das Águas do Norte”. O aumento vai significar uma receita de cerca de 300 mil euros para o Município.

Do lado da oposição, que votou contra, o vereador João Trocado afirmou que “o sr. presidente da Câmara deixou para os poveiros um presente no sapatinho, que é um aumento da fatura da água”.

“Para nós é uma surpresa, porque já há muitos anos que o Município vinha mantendo inalterado o tarifário da água, do saneamento e dos resíduos”, lembrou, apontando que “se calhar teria sido mais interessante, mais cordial e até mais integrado termos discutido isto quando discutimos o orçamento”.

“Não vemos razão, quando outros municípios caminham em sentido contrário e têm vindo a negociar com as concessionárias privadas uma melhoria do seu tarifário, ou seja, uma redução do preço ao consumidor, não vemos porque na Póvoa se opta contra a corrente por subir o preço aos munícipes”, frisou o vereador eleito pelo PS. “Propusemos uma redução da tarifa da água e, portanto, nunca poderíamos concordar com uma decisão em sentido contrário”, disse.