‘Holograma’ da Casa da Música vai visitar Póvoa de Varzim e Vila do Conde

0
459
Foto: Paulo Duarte/Global Imagens

A Casa da Música vai andar por todos os municípios da Área Metropolitana do Porto (AMP), incluindo Póvoa de Varzim e Vila do Conde. A partir de 30 de setembro e até 2023, o ‘Holograma’ tem música a partilhar, através de concertos e atividades educativas dirigidas, principalmente, “a públicos sem práticas culturais”.

Durante dois anos, o ‘Holograma da Casa na Área Metropolitana do Porto’ quer possibilitar “experiências musicais com raiz pedagógica e educativa, mas, principalmente, ir ao encontro das pessoas que mais cuidados carecem”.

É um projeto com várias máximas: a igualdade de oportunidades na fruição cultural, a maior integração de grupos excluídos os desfavorecidos através da cultura e da arte, o aumento do sentimento de pertença do indivíduo na comunidade. Para isso, propõe “fomentar o acesso de novos públicos à Cultura, levando exemplos de performance artística de elevada qualidade a pessoas com menos possibilidade de acesso a práticas culturais”.

O projeto vai passar duas vezes por cada um dos 17 concelhos da AMP, num total de 34 intervenções. A primeira ronda já está agendada, sempre entre quinta-feira e domingo: em Vila do Conde, a apresentação está marcada para os dias entre 13 e 16 de janeiro de 2022; na Póvoa de Varzim, para os dias entre 27 e 30 de janeiro.

“A Programação associada ao ‘Holograma’ será realizada de forma a deixar marcas bem vincadas no território de cada município, sendo este um fator de desejo generalizado para que o projeto se repita anualmente”, diz a Casa da Música.