Horpozim manifesta dificuldades do setor ao Ministério da Agricultura

0
371

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, visitou, na segunda-feira, as instalações da Horpozim, na Póvoa de Varzim, onde reuniu com vários responsáveis do setor agrícola.

Segundo Manuel António Silva, presidente da Horpozim, a visita serviu para “fazer ver as dificuldades que, ao longo deste período de pandemia, a atividade agrícola tem sofrido”, nomeadamente a perda de rendimento agravada por um acréscimo nos custos de produção, “o que coloca em causa a rentabilidade do setor”.

Assim, a Associação Empresarial Hortícola aproveitou a reunião para apresentar um caderno reivindicativo, enquadrado num plano de ação agrícola, que contempla medidas como a equiparação das práticas do Continente às instituídas na Região Autónoma dos Açores, a reposição da eletricidade verde, a extinção da taxa audiovisual das explorações agrícolas, e o reconhecimento da agricultura como uma “profissão de desgaste rápido”.

“O rendimento agrícola, nos últimos anos, acaba por estar nas mãos da grande distribuição”, frisa o presidente, “o produtor vê-se penalizado, com preços de há 30 anos e com custos do século XXI”.

Notícia completa na edição em papel do MAIS/Semanário desta semana