Mandela quer colocar a Póvoa no circuito mundial da dança

0
4095

Mandela, coreógrafo, bailarino e instrutor de danças africanas, abriu recentemente, em Vila do Conde, a Mandela Mandela: Akademia de Kizomba, espaço de dança que reúne alunos da Póvoa, Porto, Viana do Castelo, Braga e Santa Maria da Feira. Em breve o promotor das danças africanas quer ter um local de dança na Póvoa de Varzim

No espaço Mandela, os casais e alunos aprendem a dançar a Kizomba, Kuduro, Semba, Rebita e Afro House,

O bailarino é o pioneiro no norte do país e principal divulgador da cultura angolana, que através da dança, a qual já pratica há mais de 16 anos, promove o convívio entre as pessoas.

Mandela já viajou por todo o mundo apresentando e organizando palestras, formações, workshops, aulas e espetáculos e foi o primeiro angolano a levar a kizomba para fora da Península Ibérica, para Tel Aviv, em Israel.

Ainda recentemente, no início do mês de julho, Mandela organizou o primeiro festival MLOKKO na Póvoa de Varzim, atraindo à cidade muitos pares que se deslocaram de vários pontos do mundo.

Com este festival, Mandela pretendeu “colocar o norte, e em especial a Póvoa de Varzim, no mapa mundial da dança e da Kizomba”, estando previsto que no próximo ano o evento possa ser repetido.

Para Mandela, a festa da Kizomba, “é hoje dos veículos dançantes que mais movimenta e une os povos de todos quadrantes”.