Manifestação contra mau cheiro da Resulima vai recrear secção de voto fictícia

0
658

Este domingo, 9 de junho, um grupo de pessoas vai montar uma secção de voto fictícia para as Eleições Europeias, em frente às instalações da Resulima, como forma de protesto pelo mau cheiro produzido pela unidade de ambiente, localizada em Paradela, vizinha das freguesias poveiras de Laúndos e Rates.

A seção de voto vai ter o nome de #AResuLixoFede e vai ser uma secção de voto livre e de protesto contra os odores nauseabundos e as condições de acesso rodoviário à unidade de tratamento de resíduos.

No boletim de voto, em vez de constarem partidos políticos, vão estar de forma ordenada todos os problemas que afetam negativamente e quase todos os dias, os mais de 11 mil cidadãos europeus vizinhos ao aterro da Resulima. De acordo com os promotores da iniciativa, “os resultados da eleição serão conhecidos no final da manifestação”.

O mau cheiro da unidade instalada em Paradela tem sido alvo de muita contestação da população de várias freguesias vizinhas e da Câmara da Póvoa e várias juntas de freguesias, entre as quais da Junta de Freguesia de Laúndos, impulsionadora desta iniciativa com a mesa de voto fictícia ao reafirmar que “apesar das várias denúncias às autoridades nacionais e europeias, até hoje o problema não foi resolvido nem se vislumbra a resolução”.

Para a Junta de Laúndos, “o aterro em Paradela emana odores nauseabundos para as populações vizinhas e não tem acessos rodoviários adequados, como foi 80% financiado com fundos europeus (comparticipação do FEDER/FC de 19.555.156,92 €), e prejudica os direitos, liberdades e garantias das populações locais”. Na foto, o mapa de odores, que abrange várias localidades, de acordo com a Junta de Freguesia de Laúndos.