Moda antes e depois do 25 de Abril

0
1295

Este ano o 25 de Abril assinala 50 anos. A sociedade portuguesa mudou muito depois da Revolução dos Cravos e essa mudança também se refletiu no mundo da moda.

Antes do 25 de abril quem tinha possibilidades fazia a roupa à medida em modistas e costureiras. Muitas jovens imitavam o que viam nas revistas e nas atrizes, mas a minissaia, por exemplo, não podia ser copiada. Muitas mulheres antes do dia que trouxe a liberdade não podiam vestir minissaia, mas as calças também não eram bem vistas.

O que mudou com o 25 de Abril?

Na década de 80 e 90, Portugal começou a ter as primeiras lojas de grande consumo, que rapidamente espalharam a moda internacional e foi aí que a liberalização dos costumes vinha para ficar.

As grandes marcas internacionais começam a ser comercializadas em algumas (poucas) lojas do país.

Na Póvoa de Varzim, algumas lojas que apareceram depois do 25 de Abril, com montras atrativas e renovadas na zona comercial da cidade. Mas a Póvoa já tinha antes estabelecimentos de referência, como a Loja do Sol, a Casa Heitor e a Casa Sampaio, que entretanto encerraram.

Nos anos 90 com a primeira ModaLisboa e o Portugal Fashion a decorrer em Portugal, explodiram as tendências e nomes como Augustus e Ana Salazar davam os primeiros passos no mundo da moda.

Passados 50 anos, as jovens devem pensar que depois destes passos que foram grandes, hoje em dia, podem vestir o que quiserem e não devem esquecer que com autoestima e amor próprio qualquer peça lhes fica bem.