Mortalidade no mês de janeiro mais que duplicou na região

Entre 4 e 31 de janeiro deste ano, os óbitos registados em Vila do Conde foram 83% superiores à média para igual período entre 2015 e 2019 (o ano de 2020 não foi contabilizado porque a pandemia, em janeiro, já poderia estar a causar óbitos sem terem sido contabilizados). Na Póvoa de Varzim foram 50%. Os dados são do Instituto Nacional de Estatística.

O coronavírus não é o único responsável pelo excesso de mortalidade, pois o frio que se fez sentir no primeiro mês do ano causou cerca de 24% dos óbitos.

A média nacional, para o mesmo período, é de 59% de mortes acima do habitual. Na Área Metropolitana do Porto é de 42% e, no norte, de 39%.