Motociclista acidentado na praia de Azurara salvo por nadador salvador (fotos)

5781

No sábado, pelas 16h30m, um motociclo despistou-se contra uma viatura e foi projetado 10 metros para a estrada onde seguia marcha. O acidente ocorreu na Rua das Salinas, na zona de acesso à praia da Azurara, onde em dias de julho e agosto o trânsito é caótico, com circulação apenas se faz num sentido, e o estacionamento selvagem é abusivo e que muitas vezes impede a chegada dos meios diferenciados de emergência a qualquer local.

Naquele momento, a Moto 4×4 (equipada com mala avançada de primeiros socorros, kit de imobilização de vítimas suspeitas de trauma e kit de oxigenoterapia) operada por um Nadador Salvador profissional que dá cobertura às praias não vigiadas de Azurara, Árvore e início da reserva ornitológica de Mindelo, estava a tentar aceder à praia pela estrada da ponte velha (que cruza com a Rua das Salinas), no exato momento em que o acidente ocorreu. 

De imediato foram prestados à vítima os primeiros socorros e ativados os meios de emergência através do CODU (112). Felizmente para a vítima, valeu que a viatura 4×4 ANS Os Golfinhos, que ao fim de semana circula guarnecida com um Nadador Salvador e um Enfermeiro (no âmbito do Projeto Salvamento Diferenciado, em que as Câmaras Municipais da Póvoa de Varzim e Vila do Conde são parceiras), se encontrava a patrulhar na zona e demorou 3 minutos a chegar ao local e prestar socorro diferenciado ao motociclista.

Mais tarde, cerca de 20 minutos após a primeira chamada, chegaram ao local os Bombeiros de Vila do Conde, a Guarda Nacional Republicana (que tiveram dificuldades em chegar ao local devido ao congestionamento do trânsito e ao estacionamento abusivo) e já no fim, a viatura 4×4 do projeto “Seawatch” da Autoridade Marítima Nacional (através do ISN).

A vítima, um homem de 35 anos e residente em Paços de Ferreira, apresentava ferimentos em vários membros do corpo, nomeadamente pernas e braços, dores no peito e no tórax, e o braço esquerdo estava fraturado (fratura exposta), sendo essa a parte do corpo que inspirava mais cuidados (incapacidade de mobilização). Após assistência prestada, foi transportada de ambulância (em situação estável, mas com leves sinais de perda de consciência) para o Hospital Pedro Hispano. 

Segundo várias testemunhas locais, o acidente ocorreu num momento em que o motociclista estava a “sacar cavalos” no sentido Norte-Sul da estrada, e a forte nortada que se fez sentir fez com que o mesmo se desequilibrasse quando a roda dianteira embateu no chão. Por curiosidade, a viatura que se encontrava estacionada, onde a mota se despistou e ficou parcialmente destruída e sem capacidade de mobilização, pertence ao Nadador Salvador operador da Moto 4×4 que lhe prestou toda assistência desde o momento do embate.

De ressalvar, elevada importância do projeto do Salvamento Diferenciado da Associação de Nadadores Salvadores, que faz com a ajuda diferenciada chegue de forma mais rápida às ocorrências na praia e seus acessos, fazendo toda a diferença na prestação de socorros a qualquer vítima, como foi o caso de ontem.