Movimento Independente NAU revoltado com decisão do executivo municipal

0
909

Em comunicado publicado na página oficial de Facebook, o Movimento Independente NAU (Nós Avançamos Unidos), de Vila do Conde, diz ser um “escândalo” o facto de se atribuir um subsídio por parte da Câmara Municipal ao clube Ciclismo Kyklos Sport, que tem como diretor desportivo o ciclista e vilacondense José Azevedo. Nas últimas eleições Autárquicas, José Azevedo foi candidato pelo PS à Junta de Freguesia de Árvore.

Passando a citar o escrito “os Vereadores da NAU alertaram para a escandalosa proposta do Presidente da Câmara na atribuição de um subsídio de 15.000€ a uma Associação Desportiva, criada há meia dúzia de meses”, no entanto a criação do clube remonta para o ano de 2021. E continuam a falar do clube dizendo “nunca teve qualquer relação com o Município de Vila do Conde, desconhecendo-se a sua real atividade, que se dá pelo nome de Clube Ciclismo Kyklos Sport”.

Este assunto é abordado por Elisa Ferraz, líder do movimento, depois da última reunião de câmara, e a ex- presidente da Câmara Municipal de Vial do Conde no comunicado afirma ainda, “Clubes Desportivos como a Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Vairão, Associação Desportiva de Labruge, Centro de Juventude de Malta, Grupo Desportivo de Tougues e o Grupo Desportivo de Vilar, na mesma reunião, viram contemplado o seu Plano de Desenvolvimento Desportivo para a corrente época desportiva com valores bem abaixo dos 5 mil euros. Estes clubes desenvolvem atividade com centenas de crianças, jovens e adultos nas respetivas comunidades”.

O comunicado termina da seguinte forma “este é o respeito e a transparência com que o atual Executivo Municipal trata os clubes desportivos das Freguesias do Concelho. Clubes que há décadas e décadas promovem o desporto. Para uns, 15 mil euros, para outros… nem 5 mil”.