“Não ter campo próprio cria-nos dificuldades”

0
2509

O presidente da Associação Desportiva e Cultural de Balasar (ADCB), José Cancela, confessa que o maior obstáculo da temporada é mesmo a falta de campo próprio. Por força dos regulamentos e dado que em Balasar não há relvado, os jogos em casa, pelo menos na 1ª volta, terão que ser realizados no estádio Municipal da Póvoa. O novo sintético em Balasar só deverá estar disponível em fevereiro do próximo ano, as obras começam em outubro.

“Esse é o grande problema da associação. Jogando na Póvoa, estamos a jogar na nossa casa, mas não é a mesma coisa que na terra do clube. Isso cria-nos algumas dificuldades em termos de sócios e adeptos. Mas vamos tentar fazer o melhor”, projetou.

[notification type=”notification_info” ]Leia a notícia completa na versão impressa do MAIS/Semanário desta semana[/notification]