Nova rede de transporte público vai abranger 99,8% da população da Póvoa de Varzim

0
2842
Foto: Divisão de Planeamento e Gestão da Mobilidade da AMP

A Área Metropolitana do Porto assinou, na manhã de terça-feira, os primeiros quatro contratos de concessão para a nova rede de transportes. Nestas assinaturas, inclui-se o contrato para o lote Norte Poente, que abrange a Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

De acordo com o estudo da AMP, a nova rede atinge uma cobertura populacional de 99,8% na Póvoa de Varzim. No concelho, vão existir 17 linhas com 339 paragens, numa rede “operada por autocarros com níveis de emissões controlados”, diz a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

O Município da Póvoa de Varzim indica ainda que as populações podem esperar “para muito em breve” um “serviço público com mais e melhor oferta” a nível de “preço, horários, número de paragens e tipo de veículos”.

Na reunião de Câmara de segunda-feira, o presidente da Câmara da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, afirmou que “o contrato irá permitir que possamos ter dentro de cinco, seis meses, a rede de transportes organizada para o lote do qual fazemos parte, nós e Vila do Conde”.

“É um ato pelo qual esperamos muito tempo, diria mesmo demasiado tempo. Segue-se o visto do Tribunal de Contas e as empresas organizarem-se para entrarem em funcionamento. Há aqui um período de transição que vai até cinco meses e, portanto, contaremos que isto possa estar operacional a meio do próximo ano”, disse.

O lote Norte Poente foi atribuído à empresa Auto Viação do Minho/Transdev/Litoral Norte.