O grupo ‘Nós pela Capela’ é agora também pela Igreja de Argivai (fotos)

rbt

Nós pela Capela surgiu de uma vontade de ajudar a paróquia de Argivai a suportar os custos das obras na Capela da Nossa Senhora do Bom Sucesso. Até agora, já conseguiram angariar mais de 100 mil euros e a obra da capela está fechada. No entanto, a motivação não se esgotou: Cátia Laúndos, uma das fundadoras do grupo, conta que, agora, querem ajudar a pagar a renovação da igreja paroquial. Entrevista completa na edição papel de 24 de fevereiro.

Como surgiu o grupo Nós Pela Capela?

Fez no sábado cinco anos. Com uma outra colega, achámos que se calhar podíamos fazer algo para ajudar a paróquia e angariar dinheiro para obras. Consegui falar com mais uma e outra e agora contamos seis. Somos seis Marias, como costumamos dizer. Fizemos uma noitada com animação para angariar dinheiro para as obras da capela naquele ano. E assim começou.

Tudo reverte a favor da capela?

Sim, tudo. Nós fizemos uma obra muito grande. Por norma, por ano, fazemos para aí 10, 12 eventos. Fizemos mais ou menos 25 mil euros por ano, nestes quatro anos. Conseguimos angariar bastante dinheiro. Por norma, esmiuçamos ao máximo, vamos aos Dias do Parque e à Agro Semana também, e o nosso aniversário. São os três eventos que nos dão maior rentabilidade.

Apesar de já termos inaugurado a capela em 2019, já cobrimos as contas a pagar, já acabamos e já nos viramos para outro projeto.

Para além da capela, angariam dinheiro para mais alguma obra?

Nós ainda não conseguimos encerrar o projeto da capela devido ao confinamento, não conseguimos fazer a cerimónia que queríamos para encerramento do Nós pela Capela. Mas já conseguimos fechar a porta, tê-la completamente equipada. O último evento que tivemos no ano passado foi colocar umas imagens novas no Dia dos Avós, com o dinheiro do aniversário.

Não podemos estar paradas, porque as pessoas pedem mais. Por isso, virámo-nos para a igreja. Vamos tentar restaurar a igreja. Já estamos a tratar do restauro.

Entrevista completa na edição papel de 24 de fevereiro

Veja fotos de convívios organizados antes da pandemia.