“O nosso trabalho é defender a instituição ao máximo” afirma Paneira

0
808

O treinador do Varzim, Vítor Paneira, encara o jogo de sábado frente ao Felgueiras como uma oportunidade de alcançar uma vitória, apesar de na realidade a equipa já não ser candidata à subida de divisão. “Vamos tentar fazer o nosso trabalho, e o nosso trabalho é tentar defender a instituição ao máximo, ganhar os três pontos, é por isso que vamos lutar”, afirmou na conferência de antevisão ao jogo, realizada ao final da manhã desta sexta-feira.

Nesta altura do campeonato, é também o momento de continuar a lançar jogadores da equipa B: “nós temos sempre expectativas de lançar mais jogadores”, disse. “Temos apostado em alguns jovens, porque foram mostrando qualidade”, indicou, apontando a Rafa, Sana, Rúben Ribeiro e Nicolas, mas também a Miguel Vila Cova.

O Varzim recebe o Felgueiras às 18 horas de amanhã, sábado (4). O jogo, da jornada 12 da fase de apuramento de campeão da Liga 3, tem transmissão no Canal 11.

Leia as declarações de Vítor Paneira:

Uma breve antevisão àquilo que espera da equipa do Felgueiras amanhã. É uma equipa que nós conhecemos, que lentamente nesta segunda volta entrou na luta pela subida. É uma equipa consistente, foi a melhor equipa da primeira fase de todas as equipas. Nesta fase, foi ganhando agora alguma consistência na parte final. Uma equipa que estamos plenamente identificados, sabemos os seus padrões de jogo, sabemos a qualidade que tem, mas vamos discutir o jogo, como sempre fizemos. Damo-nos bem com o Felgueiras, temos batido muito bem com o Felgueiras. Vamos tentar fazer o nosso trabalho, e o nosso trabalho é tentar defender a instituição ao máximo, ganhar os 3 pontos e é por isso que nós vamos lutar.

Ainda em relação ao jogo com o Alverca, o Varzim, na primeira parte, teve mais dificuldades, mas na segunda parte ficou a impressão que podia claramente ter conseguido um empate e teve algumas oportunidades para conseguir mudar o resultado. O que acha que faltou nesse jogo e que procura melhorar para o jogo de amanhã? Faltou um bocadinho de tudo. Nós fizemos uma excelente primeira parte, muito melhor a segunda, é verdade, mas fizemos uma primeira parte equilibrada, com uma ou outra situação em que nós fomos penalizados, e o golo é um golo que não pode acontecer. Já debatemos isso no seio da equipa. Tivemos oportunidades de 2 para 1, 3 para 2, que é um tipo de trabalho que nós fazemos e que não tivemos aproveitamento dessas situações, em que temos superioridade.

Na segunda parte, dominámos e tentámos chegar ao golo. Não conseguimos, mas foi, acima de tudo, um bom jogo, um jogo coletivamente forte de toda a equipa, dentro daquilo que nós temos feito. Eu acho que é mais do mesmo, a gente bater-se bem com as equipas, e a cometer erros e a ser penalizada. Isso tem sido o nosso lema esta época: uma equipa que discute bem os jogos, mas que depois nos pormenores temos sido penalizados.

Tentar melhorar esse aspeto. Temos uma equipa que estamos a sofrer golos, não sofríamos muitos golos no início da época. Há coisas que nós estamos a rever e andamos a rever, mas depois vamos sempre bater na mesma tecla. A conjetura não foi favorável e é dentro desse aspeto que nós vamos tentar sempre melhorar e bater até ao fim.

Deste jogo com o Felgueiras, é uma boa equipa. Nós sabemos os padrões, sabemos onde é que podemos ferir esta equipa do Felgueiras. Sabemos o que é que ela pretende do jogo muitas vezes. E vai ser um jogo discutido, seguramente vai ser um bom jogo de futebol, duas boas equipas.

A três jogos do fim, o Varzim está realisticamente fora do objetivo que era subir de divisão. Ainda assim, o mister tem promovido algumas estreias, promoveu a estreia do Nicolas, também a do Rúben Ribeiro. Acha que até ao fim desta edição da Liga 3 vai lançar mais algum jogador da equipa B? Nós temos sempre expectativas de lançar mais jogadores. Disse aqui há 3 semanas, que nós tivemos sempre muito próximos de e tínhamos condições de ter discutido esta subida. As coisas não aconteceram. Agora, temos apostado em alguns jovens, porque foram mostrando qualidade. O Rafa, o Sana, que era da equipa B na época passada, que não jogou quase nunca na equipa principal, o Rúben também, o Nicolas, portanto, já estamos a lançar quatro jogadores. Vou tentar lançar o Vila Cova, porque acho que é um miúdo que tem qualidade e que pode evoluir, muito embora ainda tenha mais 1 ano de júnior, mas é um jogador com qualidade.

Vamos tentar, dentro dos possíveis, não descaracterizando a equipa, não pondo sempre o resultado em causa, porque nós temos de dignificar sempre o clube ao máximo, e discutir os 3 pontos. Mas é isso, é um bocadinho disso também, tentar lançar jogadores, apostar, ver para ver se, no futuro do Varzim, há condições para prolongar essa aposta. É dentro disso, do Varzim, que terá de refletir para a próxima época e já estamos a trabalhar e ajudar nesse aspeto.