Obra de Júlia Pintão apresentada na Fundação Luís Rainha

0
247

A Fundação Dr. Luís Rainha promoveu mais um episódio do Ciclo Aberto, no passado dia 19, numa iniciativa que marcou o regresso do ciclo cultural com o desconfinamento. Com o tema ‘Quem é Júlia Pintão?’, a sessão explorou as criações da artista plástica, com a orientação de Aurelino Costa e Sousa Lima.

A relação de Júlia Pintão com a Póvoa de Varzim teve início nos anos 90 do século passado, tendo a artista vivido na cidade por 11 anos. Durante a sua estadia, pintou cenas tradicionalmente poveiras, como a lancha poveira, os pescadores e peixeiras, “retratos da Póvoa de Varzim”.

A pintora, presente no certame, explicou que “não gosto de ficar presa ao desenho”, pelo que gosta de ilustrar a “aguarela, gosto do pigmento e de lançar a mancha”.

No seu currículo, Júlia Pintão conta com a ilustração do livro ‘Epopeia dos Humildes (para a História Trágico-marítima dos Poveiros’, de A. Santos Graça. “Os trabalhos falam por si”.

Este foi o 7º episódio do Ciclo Aberto da Fundação Dr. Luís Rainha.