Orfeão do Círculo Católico de Operários regressa após 17 anos de ausência

678

Depois de 17 anos de inatividade, o Orfeão do Círculo Católico de Operários de Vila do Conde voltou sob regência do maestro Samuel Santos, com a participação no Encontro de Coros promovido pela Fundação Inatel, que teve lugar no emblemático Mosteiro românico de São Pedre de Cête, em Paredes, na sexta-feira.

Os cerca de 40 elementos que integram o Orfeão e o seu maestro, já estão a preparar o concerto de apresentação pública a Vila do Conde que vai acontecer no dia 18 de janeiro, pelas 21h30, no Auditório do Círculo Católico de Operários.

Para quem quiser integrar o projeto deste grupo coral, pode comparecer aos domingos, às 21h30, na sede do CCO, informaram os responsáveis pelo Orfeão.