PCP da Póvoa reúne com associações do concelho

0
1414

A comissão concelhia da Póvoa de Varzim do PCP tem vindo a reunir com diversas associações do concelho das mais variadas áreas de intervenção, no sentido de conhecer melhor a atividade de cada uma, mas também os seus “anseios e problemas”, dizem em comunicado.

Nos últimos dias o PCP reuniu com a Associação Cultural e Recreativa da Matriz, com o Cineclube Octopus e a Associação Empresarial da Póvoa de Varzim.

No plano desportivo é com “preocupação” que o PCP tomou nota das dificuldades para a prática desportiva associativa. Havendo um conjunto de condicionantes no plano nacional, impostas pelas autoridades, “entendemos que a autarquia pode e deve ter um papel de um maior apoio” à prática desportiva neste período de grande aperto financeiro para as associações, tendo em conta os gastos e limites à utilização de equipamentos, higienização e logísticos, diz o partido em comunicado.

No plano cultural, os cineclubes deparam-se com questões que se prendem com o investimento na cultura em geral, a partir do Orçamento do Estado, particularmente no que toca ao acesso a equipamentos que são “financeiramente incomportáveis” para clubes de cinema. A inclusão de pessoas com deficiência é mais uma das dificuldades que necessita de “resposta urgente”.

Já no plano económico, o PCP vê com preocupação o facto de cerca de 30% das micro, pequenas e médias empresas estarem com “dificuldades tão grandes que podem não aguentar a atividade” ou, nos piores casos, poderem “não voltar a abrir”. Esta questão já teve reflexo no desemprego do concelho, com mais cerca de 500 desempregados, 20%, no espaço de um ano, com particular destaque para o período epidémico. O PCP “continuará a bater-se” por apoios às MPME bem como pela valorização dos salários, nomeadamente para que o salário mínimo nacional atinja os 850€.

Nas próximas semanas o PCP continuará a conhecer instituições do concelho.