Presidente do Rio Ave castigado com 30 dias de suspensão e multa de 1800 euros

781

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu esta terça-feira aplicar um castigo de 30 dias e uma multa de 1.836 euros a António Silva Campos, presidente do Rio Ave, pelas declarações proferidas após o jogo da Taça da Liga frente ao Gil Vicente, de 21 de dezembro do ano passado.

Na altura, o Rio Ave perdeu no seu estádio frente ao Gil Vicente por 0-1, em jogo que poderia ter apurado os vila-condenses para a final four da Taça da Liga.

No final, o líder do clube vila-condense disse, entre outras coisas, que os erros de arbitragem “roubaram” a ‘final four’ ao Rio Ave, alegando que nos instantes finais do jogo e antes do golo do Gil Vicente, foi invalidado um golo à equipa orientada por Carlos Carvalhal.

O comunicado desta terça-feira do Conselho de Disciplina refere que “decide-se julgar a acusação procedente por provada e, em consequência, condenar o arguido António Silva Campos pela prática da infração disciplinar, com a sanção de suspensão de 30 dias e multa de €1.836.