Processo de desagregação das uniões de freguesias da Póvoa de Varzim está em andamento

0
1573

Um dos temas discutidos, na última reunião do executivo municipal da Póvoa de Varzim, realizada na terça-feira (5), foi a desagregação das uniões de freguesias, no contexto de uma sessão que decorreu no dia 1 de dezembro na freguesia de Terroso sobre o tema e que contou com a presença de Afonso Oliveira, deputado poveiro na Assembleia da República eleito pelo PSD.

O vereador João Trocado indicou que, na sessão, Afonso Oliveira “referiu que o caso das uniões de freguesia da Póvoa de Varzim carecia de elementos adicionais que, entretanto, foram solicitados pela comissão técnica às freguesias, com conhecimento da Assembleia Municipal, elementos esses de natureza económico-financeira, relatórios de contas, previsões das contas nos próximos anos pós-desagregação, entre outras coisas”.

Em resposta ao vereador do PS, o executivo PSD adiantou que a resposta à Assembleia da República será enviada nos próximos dias, “uma vez que os elementos já foram recolhidos”.

Também Luís Diamantino, vice-presidente da Câmara Municipal, explicou que houve documentos pedidos a posteriori que serão agora enviados à comissão que avalia os pedidos de desagregação, documentos esses incidindo sobre orçamentos, bens pertencentes a cada uma das freguesias, contas de gerência e projeções orçamentais “e que só agora foram pedidos”.

“O processo de desagregação de freguesias no concelho da Póvoa de Varzim está no bom caminho”, assegurou Luís Diamantino, que também explicou que o assunto “voltará a ser analisado após a formalização da nova composição da Assembleia da República” que sairá das eleições legislativas de 10 de março próximo.