Produtores de leite protestam elevados custos de produção na Agros

0
334
Fotografia cedida ao MAIS/Semanário

Cerca de uma centena de produtores de leite estão reunidos junto às instalações da Agros, na Póvoa de Varzim, onde protestam os custos de produção elevados que estão a asfixiar o setor.

Segundo um manifestante, contactado pelo MAIS/Semanário, o grupo encontra-se “à porta da Agros, com 60 a 70 tratores”.

“O preço [do leite] não sobe, e o custo de produção está a um preço altíssimo. Já subiu por volta de 40% desde o início do ano, e há matérias-primas que já subiram mais de 100%”, disse.

Os produtores do setor “estão a ficar completamente asfixiados”, continuou. A manifestação reivindica uma subida urgente do preço do leite, “senão a produção corre o risco de acabar”.

Na Agros, estará a decorrer uma reunião com as direções das cooperativas. O objetivo do protesto é entregar, ainda na tarde desta sexta-feira, uma carta aberta à direção da Agros. De acordo com a mesma, citada pela RTP, Portugal é o pior país a pagar aos produtores de leite da União Europeia.