PSD/Árvore diz que presidente da Junta “fechou a porta ao diálogo”

0
568
Foto: Junta de Freguesia de Árvore/Facebook

O presidente da Junta de Freguesia de Árvore, Vila do Conde, “está a governar a freguesia sozinho, sem equipa ao seu lado na Junta de Freguesia”. É o que diz o PSD/Árvore, num comunicado em que descreve uma “postura de isolamento” por parte do autarca, eleito pelo movimento NAU.

Na nota, os sociais-democratas defendem uma “maior capacidade de diálogo e que todas as forças presentes na Assembleia de Freguesia demonstrem abertura para colaborarem”. Por essa razão, o partido relata que “tomamos a iniciativa de ir junto do Sr. Presidente de Junta de Freguesia manifestar-lhe a nossa disponibilidade para viabilizar a eleição dos Vogais da sua equipa”, mas dizem que o mesmo “fechou completamente a porta ao diálogo”.

Assim, a lista proposta pela NAU para a composição da Assembleia de Freguesia foi rejeitada, com sete votos contra e seis votos a favor.

Também a proposta da NAU para presidente da Mesa da Assembleia foi rejeitada, continua o PSD, “acabando por dar a vitória ao candidato do Partido Socialista que, de forma totalmente inesperada, acabou vencer a eleição (8 votos a favor na proposta do PS e 5 a favor pela proposta da NAU) tendo contado, inclusivamente, com o voto de um dos eleitos pelo Movimento NAU”.

“Como consequência desta postura, temos hoje um Presidente de Junta de Freguesia que está a governar a freguesia sozinho, sem equipa ao seu lado na Junta de Freguesia”, declara o partido, que diz que “o autoisolamento a que o Sr. Presidente da Junta se parece estar a entregar poderá trazer fortes prejuízos ao desenvolvimento de Árvore”.

“O PSD de Árvore entende que só através do diálogo democrático será possível a resolução desta situação pois não será com uma postura de isolamento que se defendem os interesses da freguesia”, termina a nota.