Rangers querem fazer parte de Argivai após regresso às origens (fotos)

Os Rangers tiveram início em Argivai, e é lá que agora estão sediados. Nascido de um grupo de amigos em 1999, com a ajuda da Casa da Juventude e do Município, o clube foi fundado no ano seguinte, em 2000, e “foi ganhando forma com mais pessoas e mais adeptos”. O presidente dos Rangers, Rui Leal, conta como foi a mudança para Argivai e como funciona o clube, mais de 20 anos após a fundação.

O grupo de amigos que fundou o clube “era todo residente em Argivai, é caricato”, ressalva Rui Leal. Pode-se até dizer que a primeira sede foi na freguesia, “porque era a casa de um dos representantes do clube”. Depois, a Casa da Juventude cedeu uma sede e, em colaboração com o Município, foi possível “materializar o grupo” com material de paintball, “que na altura era muito escasso”.

Agora, diz o presidente do clube, estão sediados em Argivai, “na zona industrial, no pavilhão 13”, onde a academia treina o indoor. Antes dos confinamentos, todas as segundas e quartas significavam portas abertas “para as pessoas nos visitarem e terem mais informação”.

Em 20 anos de clube, Rui explica que “fizemos sempre muitos eventos e provas de competição”, sejam estas “regionais, nacionais e até europeias”, em 2018 e 2019. A nível mais local, participavam na Taça da Póvoa de paintball, “que já ia para a quarta edição, mas foi parada pela pandemia”, mantinham a academia, que inclui “miúdos dos 6 aos 18 anos que treinavam todas as semanas” e a equipa de competição. Para além disso, os Rangers organizavam também “muitos eventos recreativos, de lazer, onde as pessoas podiam jogar paintball sem haver competição”, explica.

Notícia completa na edição papel de 24 de fevereiro.

Fotos da inauguração da sede em Argivai em junho do ano passado.