Renúncia de Miguel Rios “foi acordada em unanimidade”, afirma líder do Chega da Póvoa

1
428

Ao criar as listas candidatas às eleições autárquicas de 26 de setembro, a concelhia do Chega tinha decidido que Miguel Rios seria o candidato à Assembleia Municipal da Póvoa de Varzim, mas que depois renunciaria – “o próprio votou em favor desta decisão”. Depois das eleições, o deputado “voltou atrás” com a palavra e, agora, perdeu a confiança política do partido. Quem o diz é Sónia Vieira de Carvalho, líder da concelhia, que lamenta a “situação desagradável”.

“Eu sinto-me roubada e vigarizada dentro da concelhia por uma pessoa chamada . . .

Este conteúdo é exclusivo para assinantes. Por favor faça Login ou complete a sua assinatura.