Rio Ave perde com menos um e treinador não comenta lance da expulsão

A expulsão de Nelson Monte aos 29’ condicionou o jogo do Rio Ave que voltou a perder este domingo em casa, agora perante o Famalicão por 0-1. A equipa de Vila do Conde viu interrompido um ciclo positivo de duas vitórias consecutivas no campeonato da I Liga.

No final e na zona das entrevistas rápidas à Sport TV, Miguel Cardoso, treinador do Rio Ave, confessou que não concordava com a derrota, e disse que foi “um jogo marcado pela atitude da única equipa em campo que quis ganhar”. O técnico rioavista salientou ainda “a bravura da equipa dominadora”.

Sobre a expulsão do seu jogador, Miguel Cardoso não quis comentar o lance, e deixou a análise para a comunicação social, mas adiantou que “para falar, tinha de falar de muitas outras coisas, deixo isso para outras pessoas e outros momentos. Não é o meu foco, o meu foco é o meu trabalho com a minha equipa, aquilo que posso fazer para que eles sejam melhores e capazes de ser resilientes face àquilo que são as agressões do jogo. E este jogo teve bastantes agressões desde o princípio até ao fim”.

Por sua vez o médio Filipe Augusto, que terminou o jogo como capitão do Rio Ave, referiu que esta era uma derrota “que não estava à espera”, mas explicou que “mesmo com menos um, criamos oportunidades”.  

Após a 20ª jornada, o Rio Ave ocupa o 9º lugar com 22 pontos, fruto de 5 vitórias, 7 empates e 8 derrotas, e volta a jogar para o campeonato a 1 de março, segunda-feira, às 19h, no estádio da Luz, frente ao Benfica.

Foto Rio Ave FC