Suspensão da pesca ao fim de semana vale ‘ouro’ para os homens do mar

0
1116

O ministério do Mar publicou uma portaria suspendendo a pesca ao fim de semana como forma de contribuir para o ajustamento entre a oferta e a procura durante a atual pandemia da Covid-19. Esta suspensão começou a 10 de abril e durará até 31 de maio, sempre ao fim de semana. Homens do mar saúdam medida.

Os pescadores vinham há algum tempo criticando o excesso de peixe no mercado, que baixava muito os preços de compra na lota. Por isso, clamavam por medidas que garantissem a sua subsistência numa altura em que os restaurantes estão fechados, fazendo com que o peixe maior e mais caro não tivesse colocação.

Ora, o Governo decidiu suspender a pesca ao fim de semana, entre a noite de sexta e a de domingo, e a medida está já a ter efeitos positivos. Quem o diz é a Apropesca, Organização de Produtores de Pesca Artesanal (OP) sediada na Póvoa de Varzim. Isso mesmo foi transmitido ao ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, que esteve naquelas instalações no dia 22 de abril.

“A suspensão é necessária para a valorização do pescado e para o aumento da procura. Esta medida impõe sacrifícios a toda a frota e a todos os pescadores, mas os resultados estão à vista: finalmente começamos a ver o pescado a ser vendido como ‘ouro’, expressão utilizada por um dos nossos associados”, explicou ao nosso jornal o presidente da OP, Carlos Cruz.

“Este aumento no valor de primeira venda em leilão faz com que os pescadores mantenham a força e a vontade de continuar a trabalhar não obstante a pandemia nacional, sentindo que o trabalho realizado tem frutos condignos”.

Texto completo na edição desta semana. Enquanto decorrer o estado de emergência, pode aceder ao jornal em PDF gratuitamente, enviando o seu e-mail para geral@maissemanario.pt  ou descarregando aqui