“Temos de ser profissionais até o último segundo”, afirma Paneira

0
1602

Este domingo, a partir das 17 horas, quando receber o líder Lourosa, o Varzim arranca a segunda volta da fase final da Liga 3. Parte no último lugar, mas para Paneira garante “no futebol não há impossíveis desde que matematicamente seja possível”. Na conferencia de imprensa de antevisão, o treinador alvinegro louvou o caráter dos jogadores “por continuarem a resistir apesar dos problemas financeiros”, como deixou a possibilidade de não continuar no Varzim na próxima época. “Eu não estou a trabalhar nada para a próxima época. A gestão é feita pela Comissão. Tudo para ler a seguir.

Antes de falar do jogo, foi mais uma semana que se passou e os problemas financeiros continuam. Como tem sido gerida a situação junto dos jogadores e de todo o grupo? É mais uma semana como tantas outras nos últimos 4 meses. Mas estamos confiantes que vai ser resolvida essa situação. Portanto, não vale a pena estar sempre a bater e chover no molhado. É tentarmos dignificar o clube ao máximo. Sabemos que foi uma época difícil, vai continuar a ser até ao final, e temos de fazer o nosso trabalho, sermos profissionais e dar tudo pelo Varzim. É isso que eles têm feito.

Estamos na fase do ‘enquanto matematicamente for possível’. É possível ainda chegar junto dos primeiros, mesmo tendo tão poucos pontos. Qual é a perspetiva para a 2ª volta? Nós temos de ser realistas. Com a derrota no último jogo as coisas ficaram muito complicadas. Sabemos que é extremamente difícil, quase impossível. No futebol não há impossíveis desde que seja possível matematicamente. Vamos lutar pelo melhor resultado, pelo melhor jogo no próximo domingo. Temos é que assumir que temos de ser profissionais até o último segundo e acreditando que os 3 pontos vão ser motivadores para nós. Os jogadores têm muito para ganhar porque são vistos. O caráter deles é intocável. Tudo o que fizeram esta época, o que passaram, está acima de qualquer situação. O terem resistido tanto e continuarem a resistir é de louvar, acho que as pessoas devem ficar satisfeitas por pessoas com esta capacidade, com este respeito pelo clube.

O facto de a equipa estar longe dos primeiros lugares, poderá a equipa desinibir-se e conseguir um melhor futebol? Nesta competição não há facilidades, vamos tentar ser competentes. Cometemos muitos erros ao longo desta fase. Também fomos penalizados noutros e vamos tentar acabar com 11. Temos acabado quase sempre os jogos com 10 elementos, como também a forma como temos sofrido golos de bola parada, que é da minha responsabilidade, especialmente nos últimos 3 a 4 jogos. Fomos penalizados apesar de sermos uma equipa alta. Há momentos em que as coisas não correm tão bem, mas vamos tentar fazer o melhor, acreditar que ganhar este jogo, lutar pelos 3 pontos e ver o que é que vai dar e tentar a melhor classificação possível. Se houver um milagre, podemos chegar ao terceiro lugar melhor. Se não houver, vamos lutar por aquilo que nós temos de dignificar aquilo que é o emblema do Varzim, a dignidade que este clube tem que estes adeptos têm. A história deste clube que é intocável.

O Varzim assinou recentemente contrato profissional com o jovem Miguel Vila Cova. Este facto revela que é possível enquadrar esse jogador e outros no plantel principal de forma a preparar o futuro? Temos incorporado nesta altura 4 jogadores a trabalhar connosco. Saíram vários e tivemos de nos adaptar. Temos só 20 jogadores, que é muito pouco e tivemos de recorrer naturalmente à equipa B. Temos feito um aproveitamento e vamos tentar sempre que possível lançar jogadores da equipa B, ver quem tem capacidade para representar o Varzim, que é preciso também ter essa capacidade e ter o ADN do Varzim. Do Miguel Vila Cova é um jogador que tem trabalhado connosco também, que teve infelicidade de na semana passada de se lesionar logo no primeiro treino desde que assinou. A Comissão deu um passo em assinar e manter o jogador, que é da terra, que sabe o que é o clube e representar o clube desde sempre. Portanto, é um trabalho que a Comissão está a preparar como a próxima época, acho eu.

Quer dizer que já se trabalha para a próxima época. Quais as novidades que pode divulgar? Eu não estou a trabalhar nada para a próxima época. A gestão é feita pela Comissão. Há outros jogadores que a Comissão, sei que me comunicaram, quer renovar também. Parece-me bem preparar o futuro com os jogadores com qualidade e que possam representar o Varzim. Dentro daquilo que é que é o espírito da equipa de Varzim, do clube e da cidade. Não sei o que é que vai acontecer. Sei que eu vou dignificar o clube como sempre faço até a última e depois verei. Não sei ainda o que é que se vai passar. Até a própria Comissão está num impasse nesta altura, quer dizer, ninguém sabe o que é que vai acontecer no futuro. Sabemos que de alguma forma o clube não vai acabar e que vai seguir em frente. Sabemos que vai haver medidas que vão ter de ser tomadas e já nos comunicaram. Agora o futuro, eu tenho contrato por mais 1 ano.

Apesar de ter contrato para a próxima época, poderá não ficar? Não sei o que é que vai acontecer nos próximos dias. Agora o que é importante, a vida continua e essas renovações que estão a ser pensadas pela parte da Comissão, alguém de certeza, as avaliou, e deu esse aval para que se possa acontecer.