Transmissão online das Assembleias Municipais da Póvoa “deve ser avaliada no próximo mandato”, diz Aires Pereira

0
476

A maioria PSD na Assembleia Municipal da Póvoa rejeitou uma proposta do PS para a transmissão via digital das reuniões com a presença dos deputados. A iniciativa socialista foi apresentada na Assembleia realizada na noite de quinta-feira, com recurso à plataforma Zoom e transmitida no canal do Youtube para o público em geral, devido ao estado de emergência em vigor.  

No final e à imprensa, Aires Pereira, presidente de Câmara, explicou que o “formato da reunião é uma coisa, a transmissão para as pessoas é outra. Quanto ao formato é sempre muito difícil de gerir, nomeadamente por parte do presidente da Assembleia porque a plataforma tem limitações, e por isso espero que tão rápido quanto possível possamos voltar às reuniões normais, presenciais, tal qual estão definidas na lei”.

Sobre a possibilidade de transmissão das assembleias através dos meios digitais, o edil justificou que “é uma questão que pode e deve ser avaliada no próximo mandato. Já se decidiu três vezes sobre essa questão neste mandato, há visões diferentes da forma de como isso deve acontecer e não é por acaso que as assembleias têm um período para o público e a presença do público, e, portanto, nada substitui o contacto direto das pessoas, mas acho que no próximo mandato, quem cá estiver pode e deve voltar a ponderar se há ou não lugar à transmissão de meios digitais do que se está a passar na sala”.

Numa sessão com apenas 6 pontos na ordem de trabalhos, todos os pontos foram aprovados por unanimidade, com o ponto nº 4 (apreciação e votação de proposta de composição do júri dos procedimentos concursais para provimento de cargos de chefe de divisão municipal, a ficar adiado para o final da tarde desta sexta-feira, em que os deputados devem dirigir-se ao edifício da autarquia e votarem através de voto secreto.