Três detidos por rapto, roubo e extorsão em Vila do Conde

0
2737

A Polícia Judiciária (PJ), com a colaboração da PSP, localizou e deteve, em Matosinhos, três suspeitos “fortemente indiciados” pela prática dos crimes de rapto, roubo, extorsão e abuso de cartão de garantia ou de cartão, dispositivo ou dados de pagamento. Os factos ocorreram no domingo e segunda-feira, 26 e 27 de novembro, nas cidades de Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Porto.

Em comunicado, a PJ explica que os arguidos abordaram a vítima, do sexo masculino, pelas 3 horas de manhã de domingo, na via pública, em Vila do Conde, quando este se encontrava no interior do seu carro à espera de uma amiga. Quando a amiga chegou, obrigaram-na também a entrar para o carro. Dirigiram-se depois para a cidade do Porto, onde “adquiriram estupefacientes em vários bairros da cidade”.

“Depois de se terem apoderado de algum dinheiro e bens que as vítimas possuíam, tentaram proceder a levantamentos em numerário em caixas ATM, sem, todavia, o conseguirem, logrando apenas fazer uma transferência por MBWAY”, adianta a PJ.

A vítima do sexo feminino foi, entretanto, libertada, mas o ofendido do sexo masculino continuou privado da sua liberdade, no interior de duas residências situadas na zona da Póvoa de Varzim.

Continua a Judiciária: “posteriormente contactaram, através das redes sociais, um amigo da vítima a quem exigiram o pagamento de uma determinada quantia em numerário, que foi transferida para uma conta de um dos arguidos”.

A vítima ficou privada da liberdade por um período de 37 horas, “tendo sido libertado apenas após a abordagem e detenção dos suspeitos”.

Os detidos, com idades entre os 17 e 21 anos de idade, um deles estrangeiro, e todos sem qualquer atividade profissional, vão ser presentes à autoridade judiciária competente para interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.