Vila-condense suspeito de tráfico de crianças julgado em junho

753

Tem julgamento marcado para junho um casal detido no Porto em 2018 suspeito de vender quatro filhos por 89 mil euros. Está em causa o crime de tráfico de seres humanos, disse esta quarta-feira fonte judicial à Lusa. O homem, 45 anos, é construtor civil e reside em Vila do Conde.

O Ministério Público considerou indiciado que os dois “mantinham entre si uma relação amorosa, tendo decidido gerar filhos e vendê-los a casais que neles estavam interessados”, não só portugueses como outros europeus.

Os dois arguidos levaram o plano à prática entre 2011 e 2017, “gerando três filhas e um filho, que entregaram a três casais, a troco do montante global de 89.000 euros”. As crianças teriam entre 1 e 7 anos.

Após o nascimento, a criança era registada civilmente, atribuindo-se a maternidade à arguida e a paternidade a um dos elementos do casal adquirente.

“De seguida, a arguida e o pai registal celebravam entre si acordo de regulação do exercício das responsabilidades parentais, ficando este último com o exercício exclusivo dessas responsabilidades”, cita a mesma fonte.