Terça-feira, Julho 23, 2024

Confiauto: 2022 foi “um ano histórico” para a empresa (fotos)

“Ao terminar mais um ano e sem pretender fazer balanços, tenho de considerar 2022 como um ano histórico nos 31 anos de vida da Confiauto”, afirma J. Alberto Gonçalves Pereira, presidente e CEO da empresa fundada em 1991.

Para o próprio, “31 anos de uma empresa suportada numa estrutura acionista que se manteve queza, unida e que permitiu grandes conquitas. Terminada essa união pela via empresarial manteve-se a amizade. Agora, tendo assumido a totalidade do capital da empresa, divido com a minha equipa de gestão e sobretudo com os meus filhos Liliana e Nuno a responsabilidade da passagem às novas gerações”.

“A transição será duradoura, mas visa assegurar a capacidade de acompanhar as grandes mudanças estruturais do nosso sector”, defende, acrescentando que a “descarbonização pela eletrificação, conexão e condução autónoma são os princípios orientadores da estratégia de um sector que de automóvel passou a sector da mobilidade. Experiência cliente, passagem da compra à utilização e fornecimento de todos os serviços da cadeia de valor do automóvel são o suporte de um novo modelo de negócio; o da mobilidade”.

Segundo J. Alberto Pereira, “apesar da conjuntura com uma crise pandémica, crise dos semicondutores e matérias-primas em geral, e uma guerra na europa, a nossa aposta será na melhoria das condições dos nossos colaboradores para assegurarmos a melhor experiência dos nossos clientes. Satisfazer todos os dias os clientes, quer internos quer externos, acredito que será o suporte para uma continuidade evolutiva, mas sustentada para enfrentar os desafios do presente e nos levar ao futuro”.

“A todos os que nos ajudaram a chegar até aqui o meu muito obrigado. O meu compromisso é, não esquecendo o passado, preparar um futuro que nos mantenha vencedores. Para todos os clientes, colaboradores e parceiros os desejos de boas festas e um, 2023 com muita saúde e sucesso”, termina.

Artigos Relacionados

MAIS/Semanário