Quarta-feira, Julho 24, 2024

Praia do Carvalhido passa a ter um ponto acessível do In Póvoa (fotos)

O In Póvoa arrancou a 1 de julho, segunda-feira, com mais uma praia a juntar-se às quatro já existentes. A praia do Carvalhido, na zona urbana da cidade, passa a ter um ponto acessível.

Na sessão pública do lançamento estiveram presentes a comandante do Porto de Pesca da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, Mónica Martins; o presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira; o presidente do Instituto Maria da Paz Varzim, Sérgio Furtado; Ricardo Silva, presidente da União de Freguesias Póvoa de Varzim, Beiriz e Arigvia; os monitores e voluntários do projeto e alguns beneficiários do mesmo.

Mónica Martins mostrou, uma vez mais, a disponibilidade da capitania e de todos os seus meios, para ajudar no projeto In Póvoa e agradeceu aos nadadores salvadores e à associação d’Os Delfins por estarem sempre atentos e ano após ano vão mantendo a ordem todo o ano, mas principalmente, na época balnear.

Sérgio Furtado, presidente da Maria da Paz Varzim, parceiro desde o primeiro dia do In Póvoa, não deixou de afirmar que era com “alegria” e “orgulho”, que se dava início a mais um ano de praia acessível.

Sérgio Furtado continuou fazendo a enumeração das novidades este ano, “temos mais este ponto acessível de praia, a acrescer aos demais, já sobejamente conhecidos e visitados; temos ainda mais voluntários a participar e temos o nosso flyer traduzido noutras línguas. A juntar ao nosso português, ao inglês e ao francês, este ano temos também a divulgação do que fazemos em espanhol e alemão”.

Na mensagem final o presidente do Instituto Maria da Paz Varzim afirmou, “amigos e amigas, é com determinação e otimismo que enfrentamos os desafios do presente, confiantes de que juntos podemos construir um futuro melhor para a nossa amada Póvoa”.

Aires Pereira começou por se dirigir à comandante do Porto de Pesca da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, Mónica Martins, “uma palavra à senhora Comandante que é responsável por toda esta operação de segurança, para que naturalmente possamos ter um verão livre, e um verão livre é um verão sem acidentes”.

Depois o edil, não esqueceu os voluntários, que são o motor do projeto, “uma palavra muito especial aos nossos jovens, aos voluntários, que se disponibilizam para vir fazer este serviço, um serviço voluntário e generoso”.

Aires Pereira mostrou também satisfeito por este projeto estar alargado a mais uma praia, “este ano temos mais um ponto, que é este, e naturalmente, isso significa mais equipamentos, mas também é mais uma possibilidade das pessoas terem acesso ao mar. A Câmara Municipal vai criando estas condições porque nós fazemos com a que a palavra acessibilidade seja real na Póvoa de Varzim”.

Artigos Relacionados

MAIS/Semanário